Política de privacidade

1.- RESPONSÁVEL

1.1.- Quem é o responsável pelo tratamento dos seus dados?

Identidade: Alquibalat S.L., com sede em Calle Ramón Aguinaga 12, 31016 Pamplona (NAVARRA), com o número CIF B-31 585318 e registrado no Registro Mercantil de Navarra, no tomo 752, folha 196 e página NA-15480. Doravante BALAT.

Email: balat@balat.es

Telefone: 948 18 87 86

2.- OBJETIVO

2.1.- Para que o Controlador vai usar meus dados?

Os dados que você nos fornece podem ser usados ​​pelo Responsável para uma ou mais das finalidades que iremos indicar abaixo, que serão determinadas por fatores como seu relacionamento conosco (por exemplo, candidato a emprego, cliente, etc.) ou pelo meios empregados para o envio de dados (por exemplo, formulário de contato, etc.). A seguir, expomos os tratamentos a que se refere esta política de privacidade, sem prejuízo do facto de poderem existir outras para as quais seja informado ou solicite a devida autorização:

Envio de comunicações comerciais relacionadas com os serviços oferecidos pelo Responsável.


  • Enviar-lhe comunicações comerciais relacionadas com as atividades e serviços que oferecemos no Responsável e que se enquadrem na razoável expectativa de você em relação aos serviços anteriormente contratados. Este tratamento pode cessar caso você se oponha a ele.

Pedidos de informação.

  • Quando nos contacta, por exemplo, através do formulário de contacto no site, por telefone, fax, e-mail, serviço de mensagens, redes sociais, telefone ou mesmo pessoalmente, para pedir informação ou consulta sobre qualquer assunto, faça uma sugestão, reclamação ou reclamação, iremos tratar os seus dados de forma a responder ao pedido de informação e / ou consulta que tenha efectuado, com a gestão e âmbito que tal requer. Esta operação pode incluir a utilização dos dados recebidos para a elaboração de propostas de serviço e / ou colaboração, caso se trate de facto de tal pedido.

Cookies:

  • No caso de, ao começar a visitar este site, concordar em receber cookies, a política de cookies do site se aplicará a você. Recomendamos que visite a referida política na qual poderá conhecer, entre outros assuntos, os cookies utilizados, a sua finalidade e opções de configuração que pode adotar nos dispositivos de visualização da sua página para, por exemplo, eliminação.

2.2.- Por quanto tempo meus dados serão mantidos?

Os períodos de retenção dos dados que você nos fornece estão intimamente ligados ao tratamento em questão.

A este respeito, indique de que natureza geral trataremos os dados, mantendo a relação jurídica que se estabelece ou não se opõe ao tratamento.

Decorrido o referido prazo, manteremos os seus dados de um lado, enquanto os regulamentos os imporem, e de outro, até que se esgote a prescrição total das ações que possam ocorrer. Esses termos podem ser condicionados, entre outros fatores, pela legislação aplicável à relação entre as partes.

Assim, para o cálculo do período de conservação será necessário tomar como ponto de partida o período indicado no ponto 2.2.2 quanto ao tratamento específico e somar o período que poderá afetá-lo ao nível da prescrição regulamentar e da prescrição de ações.

2.2.1.- Prazos relativos aos tratamentos:

  • Tratamentos relativos ao envio de comunicações comerciais diretamente relacionadas com os serviços prestados pelo Responsável.
  • Tratamentos relacionados com pedidos de informação. Processaremos seus dados pelo tempo necessário para atender e administrar sua solicitação de informações.
  • Cookies: de acordo com o tipo de cookies, expresso na política correspondente.

2.2.2.- Prazos impostos pela regulamentação e prescrição de ações:

  • Código Civil (artigo 1964): 5 anos.
  • Lei 28 da Lei 1/1973, de 1º de março, 3 ou 10 anos em geral. Da mesma forma, a Lei 39 da Lei 1/1973, de 1º de março, e o prazo nela contido de 30 anos também podem ser aplicáveis ​​às relações entre as partes.
  • Código Comercial: 6 anos de obrigações de conservação de documentação impostas pelo artigo 30.

3.- LEGITIMAÇÃO DO TRATAMENTO

3.1.- Por que o Controlador pode processar meus dados? O que o legitima?

Dependendo da relação que se estabelece e, portanto, da finalidade do tratamento, a base jurídica para o mesmo pode ser diferente. A seguir, expomos as diferentes situações que podem surgir e qual a base legal aplicável em função do tratamento:

Fins relacionados com o envio de comunicações comerciais

  • Envio de comunicações comerciais: De acordo com os regulamentos em vigor e ponderados os nossos interesses e os seus direitos, indicamos que temos um interesse legítimo em tratar os seus dados para lhe enviar comunicações comercial relacionado com os serviços contratados por você conosco (sem prejuízo do fato de que você pode se opor a qualquer momento a este tratamento)

Atenção aos pedidos de informação

  • Responder a pedidos de informação: Este tratamento é legitimado em virtude do consentimento por si dado no momento do envio do seu pedido de informação e / ou assistência.

Cookies:

  • Somos legitimados para este tratamento pelo consentimento dado por você no início da navegação em nosso site.

3.2.- Consequências da retirada do consentimento ou oposição no tratamento dos seus dados. Campos obrigatórios e opcionais.

No caso de a sua autorização ser solicitada a qualquer momento para o tratamento de um fim que requer consentimento, a sua não concessão (ou eventual retirada posterior) não terá consequências para si em qualquer caso. Nem a sua oposição ao tratamento dos seus dados para fins baseados em interesses legítimos (por exemplo, a utilização dos seus dados como cliente para o envio de comunicações comerciais) terá qualquer tipo de consequência.

Em alguns formulários de coleta de dados, você pode ver claramente que alguns campos são marcados como obrigatórios (com um asterisco) e os demais são absolutamente voluntários. Assim, o não preenchimento dos campos voluntários não terá qualquer consequência, podendo preenchê-los caso tenha interesse.

4.- DESTINATÁRIOS

4.1.- Os meus dados serão transferidos a terceiros?

Em geral, exceto sob obrigação legal, seus dados não serão divulgados a terceiros sem o seu consentimento expresso e afirmativo.

4.2.- Prestadores de serviços relacionados com o site.

Hospedagem: o site do Responsável é hospedado pelo provedor ACENS TECHNOLOGIES, S.L.U.

5.- DIREITOS


5.1.- Quais são os meus direitos em matéria de proteção de dados? Informações gerais.

Relativamente aos dados pessoais recolhidos para o seu tratamento, tem a possibilidade de exercer os direitos de acesso, retificação, eliminação e portabilidade. Da mesma forma, informamos que em determinadas circunstâncias terá o direito de solicitar a limitação ou oposição do tratamento dos seus dados, caso em que o Controlador cessará o processamento e apenas os manterá no caso de haver qualquer obrigação regulamentar de imponha ou até a prescrição das ações que possam concorrer.

Se deseja mais informações sobre os referidos direitos, convidamo-lo a continuar a ler ou visitar o infográfico elaborado pela Agência Espanhola de Proteção de Dados acessível através do seguinte hiperlink.

5.2.- Em que consistem esses direitos?

Direito de acesso: Este direito permite ao interessado obter do Responsável a confirmação do tratamento ou não dos dados pessoais que lhe dizem respeito e, neste caso, o direito de acesso aos dados pessoais, bem como as seguintes informações adicionais : a) os objetivos do tratamento; b) as categorias de dados pessoais em questão; c) os destinatários ou categorias de destinatários; d) o período de conservação esperado ou os critérios usados ​​para determinar esse período; e) a existência do direito de solicitar ao responsável a retificação ou supressão de dados pessoais ou a limitação do tratamento de dados pessoais relativos ao interessado, ou de se opor a esse tratamento; f) o direito de registrar uma reclamação junto a uma autoridade de supervisão; g) informações disponíveis sobre a origem dos dados; h) a existência de decisões automatizadas.

Direito de retificação: Este direito autoriza a parte interessada a instar o Responsável a retificar ou completar dados pessoais incorretos sem demora. É importante que os dados contidos nas bases de dados sejam atualizados e neste sentido estamos à sua disposição para retificar quaisquer erros ou imprecisões que possam existir nas mesmas.

Direito à eliminação: A qualquer momento tem o direito de solicitar a eliminação dos seus dados pessoais, pedido que será atendido sem demora, a menos que concorra alguma das circunstâncias previstas no Regulamento Geral de Proteção de Dados, entre as quais se destaca que nós devemos manter seus dados para cumprir uma obrigação legal ou para podermos nos defender contra uma reclamação.

Direito de portabilidade: No caso de processamento automatizado de dados com base no consentimento, você pode solicitar que, em um formato estruturado, comumente usado e legível por máquina, enviemos a outro controlador de dados os dados pessoais que você nos forneceu. facilitado.

Direito de oposição: Através deste direito, o interessado opõe-se ao tratamento dos seus dados pelo responsável. Este direito não é absoluto, o que implica que o responsável pode continuar a processar os dados, desde que possa provar as razões legítimas de que prevalecer sobre os interesses, direitos do interessado ou para a formulação, exercício e defesa de reivindicações.

Direito de limitar o tratamento: Este direito confere-lhe, em certas circunstâncias indicadas a seguir, o direito de solicitar ao responsável que limite o tratamento dos seus dados pessoais. No caso de exercício deste direito, o responsável só poderá tratar os dados com o consentimento do interessado. As circunstâncias em que este direito pode ser exercido são as seguintes:

  1. O interessado contesta a veracidade dos dados pessoais, por um período que permita ao responsável verificar a veracidade dos mesmos;
  2. O tratamento efectuado pelo responsável é ilegal e o interessado opõe-se à eliminação dos dados pessoais e solicita a limitação da sua utilização;
  3. O responsável já não necessita dos dados pessoais para efeitos do tratamento, mas o interessado necessita deles para a formulação, exercício ou defesa das reclamações;
    o interessado opõe-se ao tratamento, ao mesmo tempo que se verifica se os motivos legítimos do responsável prevalecem sobre os do interessado.

5.3.- Como e onde posso exercê-los?

Teremos o maior prazer em responder a quaisquer perguntas ou reclamações que você tenha em relação à proteção de dados. Da mesma forma, você pode encaminhar sua reclamação ou exercer seus direitos por meio de qualquer um dos canais de contato indicados no título desta política de proteção de dados.

Da mesma forma, também pode contactar a autoridade de controlo que considera adequada para apresentar a sua reclamação (por exemplo, no país onde tem a sua residência habitual, local de trabalho ou onde considera que ocorreu a alegada violação). Para os devidos fins, informamos que em Espanha a Autoridade de Controlo é a Agência Espanhola de Protecção de Dados, podendo exercer os seus direitos através dos formulários que esta entidade disponibiliza para o efeito e que se encontram disponíveis na sua sede electrónica.

5.4.- Quanto tempo demora a tramitar o meu pedido de exercício de direitos?

O período de referência é de um mês a partir do recebimento de sua solicitação. Sem prejuízo do anterior, o referido prazo poderá ser prorrogado por mais dois meses, se necessário, atendendo à complexidade e ao número de pedidos. O Responsável informará o interessado de qualquer uma das referidas prorrogações no prazo de um mês a partir do recebimento da solicitação, indicando os motivos do atraso.

5.5.- O exercício destes direitos acarretará despesas?

O exercício dos direitos não acarretará despesa, salvo nos casos em que sejam formulados pedidos manifestamente infundados ou excessivos, especialmente por motivos repetitivos, o Responsável poderá cobrar uma taxa que compensa os custos administrativos de atendimento ao pedido ou de recusa de ação ( A taxa não pode implicar um rendimento adicional para o responsável, mas deve corresponder ao verdadeiro custo do processamento do pedido).

6.- PROCEDIMENTO EM CASO DE REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES ILÍCITAS

No caso de qualquer usuário ou terceiro considerar que existem fatos ou circunstâncias que revelam a natureza ilegal do uso de qualquer conteúdo e / ou a realização de qualquer atividade nas páginas da web incluídas ou acessíveis através do site, devem enviar um notificação ao Responsável, identificando-se devidamente, especificando as alegadas infrações e declarando expressamente e sob sua responsabilidade que as informações prestadas na notificação são verdadeiras.

Para todas as questões contenciosas que digam respeito ao site do Responsável, será aplicada a legislação espanhola, sendo os Tribunais e Tribunais de Pamplona competentes.

Balat se compromete a procesar y utilizar sus datos personales únicamente para dar respuesta a su solicitud. La base que legitima el tratamiento de los datos personales es su consentimiento expreso. Igualmente, sus datos se conservarán durante el periodo que sea necesario para dar respuesta a su solicitud. Ver la política de privacidad.
Para poder recibir novedades sobre productos y servicios, así como ofertas comerciales, Balat solicita su consentimiento explícito. Siempre podrá darse de baja de estas comunicaciones según nuestra política de privacidad.